Saint Barth retira quarentena para entrada de brasileiros imunizados

Um dos destinos mais queridos entre os brasileiros, a Ilha de Saint Barthélemy (Saint Barth) no Caribe, registra as mais altas taxas de ocupação dos últimos 14 anos, segundo dados da hotelaria local. O destino já permite entrada de brasileiros sem a obrigatoriedade de quarentena.

Saint Barth faz, no entanto, uma ressalva sobre o imunizante Coronavac, o qual só será aceito com a terceira dose de alguma das vacinas aceitas pela União Europeia

Para tanto, é preciso apresentar certificado de vacinação e PCR-RT negativo em até 48 hrs. A medida é válida para todas as vacinas, exceto Sinovac. É válido destacar que a entrada de visitantes não vacinados está autorizada desde que apresentem resultado negativo do teste RT-PCR ou teste antígeno em até 24 hrs e cumpram sete dias de isolamento, realizando um novo exame no oitavo dia.

Saint Barth faz, no entanto, uma ressalva sobre o imunizante Coronavac, o qual só será aceito com a terceira dose de alguma das vacinas aceitas pela União Europeia.

Um dos destinos mais queridos entre os brasileiros, a Ilha de Saint Barthélemy (Saint Barth) no Caribe, registra as mais altas taxas de ocupação dos últimos 14 anos, segundo dados da hotelaria local. O destino já permite entrada de brasileiros sem a obrigatoriedade de quarentena. Para tanto, é preciso apresentar certificado de vacinação e PCR-RT negativo em até 48 hrs. A medida é válida para todas as vacinas, exceto Sinovac. É válido destacar que a entrada de visitantes não vacinados está autorizada desde que apresentem resultado negativo do teste RT-PCR ou teste antígeno em até 24 hrs e cumpram sete dias de isolamento, realizando um novo exame no oitavo dia. Saint Barth faz, no entanto, uma ressalva sobre o imunizante Coronavac, o qual só será aceito com a terceira dose de alguma das vacinas aceitas pela União Europeia.

Ahorra en tu hotel - hotelscombined.es

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *